Comedians

domingo, 28 de fevereiro de 2016

[BLEHCAR] A excelência do Hyundai HB20 Premium




Motor 1.6, câmbio automático e conectividade a partir de R$61.295,00 

Modelo exclusivo da Hyundai para o Brasil, o HB20 passou por mudanças no fim de 2015 e passou a adotar o desing global da marca, que eles chamam de “”Escultura Fluída 2.0”. Das seis versões disponíveis na linha 2016, conhecemos e avaliamos a topo Premium, que tem preço a partir de 61.295,00.

A versão Premium é equipada com motor Gamma de 1.6 litro e transmissão automática de seis velocidades - a sexta marcha funciona como overdrive, para redução do consumo de combustível, das emissões de poluentes e do nível de ruído em altas velocidades. Sua velocidade máxima é de 190 km/h e faz de 0 a 100 km/h em 11 segundos. 


O Hyundai HB20 Premium é equipado com a central de entretenimento blueMedia, trazendo a bordo conectividade e conveniência. O sistema é compatível com o Car Link, aplicativo que permite o espelhamento do conteúdo de smartphones Samsung e LG na tela da central multimídia e com o Apple CarPlay, para iPhones.

O HB20 Premium conta com novos os para-choques dianteiro e traseiro e a identificação de emblemas, valorizando uma aparência mais limpa. Seus faróis contam com projetores e Light Guide de LED. Suas rodas de liga leve têm design atualizado, com traços mais marcantes.


Por dentro, HB20 Premium vem com com bancos, painel das portas dianteiras e manopla de câmbio em couro marrom, garantindo uma harmonia de tons e agregando a sofisticação encontrada em automóveis de categorias superiores.

A versão conta ainda com ar condicionado automático digital, dois airbags laterais de tórax, que se somam aos dois airbags frontais tradicionais, e retrovisores com rebatimento automático, que abrem e fecham ao toque de um botão no painel ou por meio dos comandos na chave canivete.


O Hyundai HB20 Premium recebeu melhorias aerodinâmicas para redução de consumo e melhoria da estabilidade em altas velocidades. Novos defletores aerodinâmicos foram acrescentados no para-choque dianteiro e no assoalho traseiro. Eles reforçam o efeito dos defletores à frente das quatro rodas, que continuam presentes. Com essas inovações, o coeficiente aerodinâmico de penetração (Cd) permaneceu em 0,33, enquanto o coeficiente de sustentação (Cl) foi reduzido de 0,1 para 0,07.

Também contribui para a redução de consumo de combustível a adoção de pneus verdes em todas as versões do modelo.

A partir dessas mudanças, foi possível obter até 6.5% de redução do consumo de combustível no motor 1.6. Devido à melhoria em eficiência energética, o motor passou da nota B para a nota A no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares