Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

terça-feira, 23 de novembro de 2021

[BLEHCAR] Jeep amplia sua força no Brasil com o Commander




Modelo é oferecido em duas versões com motorização flex ou diesel

O Jeep Commander foi apresentado no final de agosto como o maior e mais sofisticado modelo produzido pela marca no Brasil. Ele chega com o desafio de liderar o segmento que atua, que hoje tem o Toyota SW4 e o Chevrolet Trailblazer nas duas primeiras posições – e ele tem potencial de sobra para conseguir isso.


O Jeep Commander é oferecido em duas versões que, com exceção da escolha das cores externas e internas, o cliente não precisa definir mais nada quando compra o modelo.

As versões podem ser equipadas com o novo motor flex T270, que já vem preparado para atender aos requisitos do Proconve L7, previsto para janeiro de 2022. Ele tem 185 cavalos de potência, 270 Nm, sistema de tração 4x2 e câmbio automático de seis velocidades.


A outra motorização disponível é a turbo Diesel TD380, com torque de 380 Nm. Com 2.0 litros e quatro cilindros, o propulsor possui 170 cavalos de potência e ainda antecipa o atendimento às normas do Proconve L7. O propulsor traz o sistema SCR de pós-tratamento de gases de escape, reduzindo a emissão de gases poluentes. Com isso, é necessário o uso do aditivo ARLA32.

Todas as versões Turbo Diesel do Commander possuem sistema de tração 4x4 com reduzida, câmbio automático de nove velocidades da ZF e altura mínima de solo de 21,2 cm, ângulo de entrada de 26° e de saída de 24°.

A versão de entrada Limited vem com rodas de liga leve de 18”, conjunto óptico Full Led e bancos em couro e suede preto e acabamento interno preto. Traz o cluster Full Digital de 10,25”, central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence e espelhamento sem fio, carregador de celular por indução, Keyless Enter ‘N Go, bancos dianteiros com ajustes elétricos e abertura elétrica do porta-malas. Além disso, conta com sete airbags e todos os sistemas de direção autônoma (ADAS).


Com a motorização T270 turbo flex 4x2 vem com o Jeep Traction Control+. Já a configuração com a motorização diesel, que tivemos a oportunidade de conhecer e avaliar, também conta com modo 4x4 Low, seletor de terrenos com três modos (Sand/Mud, Snow e Auto) e HDC (Hill Descent Control), que auxilia o motorista em descidas íngremes durante percursos off-road.

A versão topo Overland traz rodas em liga leve de 19” e bancos em couro e suede marrom. Para completar, além dos conteúdos oferecidos na versão Limited T270, vem também com teto solar panorâmico, sistema de som premium Harman Kardon, banco de passageiro elétrico, porta-malas com sensor de presença e tomadas de 127v. Ela ainda traz Adventure Intelligence Plus com Alexa in Vehicle. Já a configuração TD380, além de tudo que há na Limited Turbo Diesel, traz molduras inferiores na mesma cor do veículo e Jeep Off-Road Pages.

Seus preços, de acordo com cada versão são: Jeep Commander Limited Turbo Flex AT6 a partir de R$ 213 mil; Jeep Commander Overland Turbo Flex AT6 a partir de R$ 236 mil; Jeep Commander Limited Turbo Diesel 4x4 AT9 a partir de R$ 275 mil; e Jeep Commander Overland Turbo Diesel 4x4 AT9 a partir de R$ 298 mil.

No design o Jeep Commander conta com as tradicionais e marcantes sete fendas. Os faróis Full LED proporcionam mais segurança e possuem seta dinâmica. As lanternas do Commander, também em LED, contam com desenho inédito e trazem acabamento em cromo acetinado, com quatro refletores inferiores, sendo um com a função de seta e os outros três com luz de posição e freio. Os faróis de neblina e DRL também são em LED.


No interior, os assentos possuem ainda costura aparente, com tom acobreado, bordado no encosto e nos assentos dos bancos. O logotipo da Jeep vem gravado em baixo relevo (versão Limited) no banco e no apoio de braço, que ainda traz o ano de fundação da marca (1941). Na Overland, o nome da versão é que vem gravado nos bancos.

Alinhado aos bancos, também há revestimento em suede e couro no painel com costura em burnished cooper nos acabamentos em marrom e preto e em light diesel grey no acabamento em cinza. Há ainda um filme decorativo hydrographic com acabamento metálico, que varia de acordo com o tom do interior: vertical brush com cromado cobre, silver metal brush com cromado e ainda vertical brush com cromado acetinado.

Vale dizer ainda que o Commander traz nove easter eggs espalhados no interior e exterior do veículo. Além de alguns tradicionais encontrados também em outros modelos Jeep, o novo SUV da Jeep traz novos desenhos.

O Jeep Commander conta com três fileiras de assentos, sete lugares e um dos maiores porta-malas da categoria com 1.760 litros com todos os bancos rebaixados, 661 litros na configuração com cinco ocupantes e 233 litros com os sete assentos levantados. Além disso, o modelo também conta com espaço de porta-objetos: 31 litros de volume.

Por fora, o modelo oferece seis opções de cores tradicionais (Branco Polar, Cinza Granite, Prata Billet, Azul Jazz, Deep Brown e Preto Carbon), além de uma cor nova e totalmente exclusiva do modelo: Slash Gold, um tom dourado sutil. Nas versões Overland, além do teto preto, as molduras inferiores são na cor do veículo. Por dentro, há três cores como opções para o acabamento interno: couro e suede preto (Limited), couro e suede marrom (Overland) e couro cinza (opcional).









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares